domingo, 17 de agosto de 2008

"Minas Naif"

Mais um poema de d'Angelo, desta vez sobre outra pintura "Minha Querida Minas Gerais"






tão breve o vilarejo
dessa Minas panorâmica
onde tudo é primavera
já que de flores feito o chão

ali aos céus sobe a igreja
da serra os azuis também vão
cores outras constroem o casario
na terra segue solta a criação

escutar se pode ou o que é
trote, sinos ou mesmo passos
entre silêncios tantos do cenário
certamente que lá ainda se reza
e a beleza impõe o breviário

d'Angelo

3 comentários:

flávio de araújo disse...

SALVE COMPANHEIRO E VIZINHO
ME CHAMO FLÁVIO DE ARAUJO
GRANDE PRAZER... BOM VER POESIA CAIÇARA POR AKI

Carlos Herglotz disse...

Olá Flávio, fico feliz que tenha gostado da poesia de meu primo d'Angelo e tendo como inspiração minhas pinturas. Abraços

maria tereza disse...

lindo.....tel e poema de maos dadas!!!!